O mês de Novembro está recheado de atrações tanto para aqueles que fazem da dança seu modo de vida, quanto para aqueles que são apenas apreciadores. Decidi, então, fazer deste meu post uma espécie de  guia  de tudo o que está acontecendo de  mais efervescente na cena cultural nos próximos dias!

Vamos começar falando do Festival Panorama, que até o dia 15 de novembro toma conta de doze espaços do Rio de Janeiro, espalhados pelo centro e pelas zonas sul, norte e oeste da cidade. Essa é a 24ª edição do Festival, que desta vez traz em sua programação dez atrações nacionais e onze estrangeiras, de oito países, que fazem do evento um dos mais importantes da América Latina na arte da dança.Logo-Panorama-e1288984346820

Sempre com uma proposta temática, o festival investiga nesta edição a relação da dança com o texto e com a passagem do tempo. “Reunimos na programação deste ano um conjunto de artistas e obras que nos colocam diante da potência do corpo como arena de resolução, ou pelo menos de conciliação dos muitos discursos conflitantes no mundo. E obras que nos obrigam a desacelerar e rever nossa relação com o tempo e com a paisagem”, explica sobre o tema a curadora Nayse López.

A programação completa de espetáculos e demais eventos está disponível no site do evento: http://panoramafestival.com/

 

Agora, uma dica para aqueles que estão sempre ligados nos editais de dança: O Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP) está com inscrições abertas, até o dia 15 de novembro, para artistas da dança interessados em participar do projeto Dança no MIS 2016. A edição de 2016 do programa terá como eixo curatorial obras que proponham processos investigativos da integração da dança à linguagem audiovisual em qualquer suporte (vídeo, fotografia, novas tecnologias, games, entre outros).

Convocatoria_mis_2016-300x165

Os artistas deverão apresentar propostas de ocupação coreográfica criadas especificamente para o museu, dentro do conceito site-specific, no qual a obra dialoga com o espaço, buscando se relacionar e ressignificar seus aspectos singulares: arquitetura, topografia, iluminação, matriz cultural, discurso etc.

Link para ter acesso ao edital: http://www.mis-sp.org.br/icox/icox.php?mdl=mis&op=programacao_interna&id_event=1968

Outro evento imperdível: começa hoje e vai até amanhã, no Museu de Arte do Rio,  o ECCA –  Fórum Internacional Economia, Criatividade, Cultura e Arte.

ecca

Da música ao design de moda, do artesanato aos jogos digitais, do circo à gastronomia, da DANÇA à literatura, a economia criativa se desdobra em múltiplas dinâmicas de redes de profissionais, que se conectam em torno de empreendimentos e projetos por todo o país. Desta forma, novos processos de trabalho e tecnologias se integram gerando um fértil segmento econômico com potencialidades infinitas.

A ideia do evento é fomentar o empreendedorismo e estimular o desenvolvimento da criatividade, arte e cultura nacionais. O ECCA estabelecerá um formato de discussões multilateral e interativo, em que o próprio fórum possa ser entendido como produto altamente criativo, veiculador de serviços, ideias e projetos.

Site do evento: http://www.ecca.com.br/

E a última dica é para aqueles que gostam de expandir as fronteiras do conhecimento e estão sempre ligados em tudo que acontece no mundo!  Não deixem de se inscrever no  “Emergências”.

emergencias

Um olhar sobre a complexidade do mundo contemporâneo a partir da cultura – é o que o encontro “Emergências”, realizado pelo Ministério da Cultura e pela Universidade Federal Fluminense, propõe para debate entre os dias 7 e 13 de dezembro.

As novas aventuras políticas, cidades, culturas indígenas, comunicação de massas, o espaço público da internet, a migração, as fronteiras, o capital, a estética, o aquecimento global, drogas, violência, direito autoral, educação, diversidade sexual e de gênero, religião, o feminismo, a ARTE – estes e outros temas estarão na mesa, junto aos acampamentos, feiras, shows, palestras, rodas livres e outras atividades.

Site para inscrição:  http://emergencias.cultura.gov.br/pb/ 

 

Pelo que podemos perceber, Novembro será um mês de muito movimento. Eu com certeza não vou ficar parada… e você?

Liana Vasconcelos
Bailarina formada pela Escola Estadual de Dança Maria Olenewa (Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro) e pela Royal Academy of Dance, de Londres. Conta em seu currículo com diversas premiações em concursos nacionais e internacionais. Ganhou, em 2009, o prêmio de melhor bailarina no Seminário de Dança de Brasília e foi agraciada com uma bolsa de estudos para o Conservatório de Dança de Viena. Pertenceu à Cia. Jovem de Ballet do Rio de Janeiro, São Paulo Companhia de Dança e se apresenta como bailarina convidada em diversos festivais de dança no Brasil. É Bacharel em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com a monografia “Memória da Dança: Importância, Registro, Preservação e Legado”. Fez parte do elenco da novela “Gabriela”, da Rede Globo de televisão como bailarina/atriz. Foi contratada pela São Paulo Companhia de Dança, como Pesquisadora, para elaborar duzentos verbetes relativos à dança no Rio de Janeiro, para a enciclopédia online “Dança em Rede”, criada por esta companhia. É também colunista de dança no Blog Radar da Produção É bailarina-intérprete e produtora, junto ao diretor Thiago Saldanha e a coreógrafa Regina Miranda, do projeto “Corpo da Cidade”, uma experimentação em vídeodança que busca dialogar o corpo dançante da bailarina clássica com as transformações urbanas que a cidade do Rio de Janeiro vem sofrendo. Atualmente, é bailarina contratada do Corpo de Baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro É apaixonada pelas artes cênicas, espectadora frequente dos teatros do Rio de Janeiro, ama viajar e vive em eterna dança.

DÊ SUA OPINIÃO