Amanhã (29/01), inaugura no Aeroporto Internacional Tom Jobim uma exposição fotográfica que retrata o espírito carioca como tema central. Em época de pré-olimpíadas, a mostra que contém 40 fotografias, tem como objetivo apresentar a cidade para quem chega e está disponível “gratuitamente” nas janelas de vidro das áreas de embarque internacional e doméstico e desembarque internacional até dia 30 de abril.

Os que estão sofrendo com a alta do dólar e elevação para 25% do IRRF sobre remessas de valores ao exterior, e não possuem um cartão de embarque que garante a visita, podem conferir abaixo uma parte do trabalho do fotógrafo Pedro Garcia de Moura, também conhecido como Cartiê Bressão.

 

Pedro Garcia de Moura nasceu e cresceu no Rio, mas foi viver seus anos de “exílio” trabalhando como diretor de arte em Londres, São Paulo e Buenos Aires. Ao voltar, em 2011, cheio de saudades das aves que aqui gorjeiam, fantasiou-se de lambe-lambe num bloco de carnaval carioca. Numa epifania carnavalesca, descobriu a vocação para retratar o cotidiano de la Cité Merveilleuse.

Cartiê Bressão, personagem criado para representar uma nova faceta do artista, é uma homenagem bem-humorada e antropofágica ao pai da fotografia de rua do século XX, o francês Henri-Cartier Bresson. As legendas das fotos, uma mistura macarrônica de francês e carioquês, ajudam a ressaltar ainda mais a maneira única do brasileiro de encarar a vida, esse je ne sais quoi tupiniquim.

Seu trabalho começou apenas com uma conta de Instagram e logo se espalhou pela internet, contando hoje com milhares de seguidores, livro publicado, exposições em galerias e no Palácio do Planalto, e extensa repercussão no Brasil e no exterior.

 

Todas as fotos: Cartiê Bressão

 

Quer receber mais conteúdo? Cadastre-se no nosso Clube de Cultura

DÊ SUA OPINIÃO