Atenção, artistas e produtores de dança, performance, teatro e circo! Estão abertos dois grandes editais:  o Circuito Funarte Cena Pública – Olimpíadas 2016 e o Iberescena.

Como a crise financeira é grande e o tempo voa, não deixem para inscrever seus projetos na última hora. Um projeto bem elaborado e revisado sem pressa garante uma maior chance de aprovação! Então: mãos à obra porque o espetáculo não pode parar!

A Funarte anunciou editais nas áreas de circo, dança e teatro e de música que vão integrar a programação artística durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016 no Rio de janeiro. Com recursos do Ministério da Cultura, os editais totalizam R$ 4,3 milhões em investimentos. As inscrições estão abertas até o dia 23 de maio.

Mostra Funarte de Festivais – Circo, Dança e Teatro –  nove projetos serão selecionados, em âmbito nacional, para compor a programação do Teatro Dulcina, do Teatro Cacilda Becker e da Escola Nacional de Circo, no período de 30 de julho a 4 de setembro. Com esta ação, o Ministério da Cultura e a Funarte pretendem dar ampla visibilidade a uma importante rede de difusão, formação e promoção do acesso à diversidade da produção artística brasileira, constituída pelos festivais nacionais de circo, dança, teatro e suas transversalidades.  Cada projeto contemplado receberá R$ 200 mil reais e o investimento total é de R$ 1,9 milhão – sendo R$ 100 mil destinados a custos administrativos.

Link do edital:

http://www.funarte.gov.br/edital/mostra-funarte-de-festivais-%E2%80%93-circo-danca-e-teatro/

Circuito Funarte Cena Pública – com o objetivo de mostrar um pouco da diversidade cultural brasileira ao mundo, este edital – destinado às áreas de circo, dança e teatro e suas transversalidades – vai selecionar espetáculos para serem apresentados em espaços abertos nas cidades onde haverá partidas de futebol durante os Jogos Olímpicos: Belo Horizonte, Brasília, Manaus, Salvador e São Paulo. Serão contemplados dez projetos e cada um receberá R$ 100 mil para promover a circulação de espetáculos, performances cênicas ou intervenções em espaços públicos abertos, em pelo menos duas dessas capitais,  entre os dias 3 e 20 de agosto. O total empregado neste edital é de R$ 1,1 milhão, sendo R$ 1 milhão nos projetos e R$ 100 mil em custos administrativos.

Link do edital:

http://www.funarte.gov.br/edital/circuito-funarte-cena-publica/

 

Iberescena-intro2

O Iberescena chegou a sua décima edição e lançou  editais para promover o intercâmbio e fortalecer as Artes Cênicas em treze países íbero-americanos. Através do Centro de Artes Cênicas da Funarte, desde 2010, o Brasil integra o Fundo Iberescena Artes Escenicas Iberoamericanas juntamente com outros 12 países.

Serão selecionados projetos em três categorias: Festivais, Redes e espaços cênicos; coprodução de espetáculos e; residência e criação artística.

As inscrições estão abertas até o dia 30 de setembro e podem ser feitas pelo correio. A partir do dia 2 de maio, as inscrições também podem ser feitas online, no site:

http://www.iberescena.org/pt

Boa sorte!!!

 

 

Liana Vasconcelos
Bailarina formada pela Escola Estadual de Dança Maria Olenewa (Fundação Theatro Municipal do Rio de Janeiro) e pela Royal Academy of Dance, de Londres. Conta em seu currículo com diversas premiações em concursos nacionais e internacionais. Ganhou, em 2009, o prêmio de melhor bailarina no Seminário de Dança de Brasília e foi agraciada com uma bolsa de estudos para o Conservatório de Dança de Viena. Pertenceu à Cia. Jovem de Ballet do Rio de Janeiro, São Paulo Companhia de Dança e se apresenta como bailarina convidada em diversos festivais de dança no Brasil. É Bacharel em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com a monografia “Memória da Dança: Importância, Registro, Preservação e Legado”. Fez parte do elenco da novela “Gabriela”, da Rede Globo de televisão como bailarina/atriz. Foi contratada pela São Paulo Companhia de Dança, como Pesquisadora, para elaborar duzentos verbetes relativos à dança no Rio de Janeiro, para a enciclopédia online “Dança em Rede”, criada por esta companhia. É também colunista de dança no Blog Radar da Produção É bailarina-intérprete e produtora, junto ao diretor Thiago Saldanha e a coreógrafa Regina Miranda, do projeto “Corpo da Cidade”, uma experimentação em vídeodança que busca dialogar o corpo dançante da bailarina clássica com as transformações urbanas que a cidade do Rio de Janeiro vem sofrendo. Atualmente, é bailarina contratada do Corpo de Baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro É apaixonada pelas artes cênicas, espectadora frequente dos teatros do Rio de Janeiro, ama viajar e vive em eterna dança.

DÊ SUA OPINIÃO